A Artium recebeu seu primeiro contrato SBIR da NASA em 1998 destinado ao desenvolvimento de um equipamento de Incandescência Induzida por Laser (Laser Induced Incandescence, LII) para a caracterização de fuligem. Nos anos seguintes, a Artium continuou a receber apoio da NASA, USEPA e NIST para aprofundar essa tecnologia e desenvolvê-la como um produto comercial. Com apoio financeiro da SBIR, a Artium também desenvolveu e comercializou com sucesso uma linha de produtos PDI (Phase Doppler Interferometry) para a caracterização de sprays, assim como a PDI Cloud Probe.

Desenho

A filosofia de design da instrumentação Artium é o desenvolvimento de poderosas ferramentas destinadas à pesquisa, mas com uma ampla gama de usos que permite que seus equipamentos tenham uma ampla gama de aplicações. Sua oferta de produtos atuais inclui vários modelos do Phase Doppler Interferometer (PDI) para a caracterização de pulverização, sondas PDI para pesquisa em aeronaves, e Laser Induced Incandencence (LII) um instrumento avançado para medição em tempo real de emissões de fuligem capaz de detectar níveis de ppt.

 

Tecnología

O modelo 300 LII da Artium (www.artium.com) é um instrumento baseado na Incandescente Induzida por Laser (LII), concebido para medições não invasivas em tempo real, da concentração de partículas de fuligem, assim como a distribuição por tamanhos das partículas primárias. Essas medidas representam um meio de caracterizar as emissões de fuligem em uma ampla gama de concentrações e condições. A versatilidade e as características operativas e analíticas do instrumento permitem sua utilização na medição direta de emissões do escapamento do motor, sem a necessidade de condicionamento das amostras para diluí-lo e resfriá-lo. O sistema LII 300 incorpora uma nova técnica de pirometria de duas cores para a determinação precisa da concentração de fuligem. Além disso, a partir da extinção característica do sinal, é possível determinar o tamanho da partícula primária. A correção automática e contínua da linha de base, por projeto, é realizada sem necessidade de recorrer a procedimentos complexos e onerosos para gerar concentrações de gás zero. Por outro lado, o uso de um feixe de laser na forma de uma aba de chapéu em vez de um tipo gaussiano garante a melhor precisão na medição em toda a superfície iluminada. A baixa fluência do sistema permanece constante de forma automática em uma ampla gama de condições ambientais, atenuando o sinal de brilho no caso de altas concentrações de fuligem. Além de tudo isso, o instrumento pode ser operado remotamente, desde que haja uma conexão com a Internet disponível.